quinta-feira, 30 de junho de 2011

Questões de Língua Portuguesa comentadas - IBFC

1. Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas:

Foi dizer ____ ela que o contrato estava suspenso ____ um mês.
a) a – há
b) a – a
c) à – a
d) à - há

Comentários:
1. Basta fazer a substituição do pronome pessoal do caso reto feminino ELA pelo masculino ELE: Foi dizer a ele. Note que não resultou em AO, portanto não há crase.
Mudemos a frase: Foi dizer à aluna = Foi dizer AO aluno.
Se a palavra posterior ao A for um substantivo, dever-se-á ser substituída por um substantivo masculino.
NUNCA TROQUE A CLASSE GRAMATICAL para a dica dar certo, ok?

2. … suspenso HÁ = tempo decorrido
HÁ = tempo passado
A = tempo futuro
Daqui a algumas semanas, faremos a prova. Há meses, estamos estudando.
Resposta: A 

2. Assinale a alternativa que indica corretamente a função sintática do termo destacado: 
O corpo foi encontrado pelos policiais.

a) sujeito
b) agente da passiva
c) objeto direto
d) objeto indireto

Comentários: O agente da passiva, normalmente vem após SER + PARTICÍPIO. Muito cuidado, pois o verbo SER pode estar implícito, como ocorreu em uma prova há pouco tempo:  O teste feito pelos alunos. A oração equivale a O TESTE FOI FEITO PELOS ALUNOS. Pelos alunos possui função de agente da passiva também, porém não encontramos o verbo SER explícito.
Resposta: B

3. Considere os períodos:    
I. Se ele intervisse na discussão, tudo estaria resolvido.  
II. Quando ele reaver os bens, ficará em boa situação. 
De acordo com a norma culta:
a) somente I está correto
b) somente II está correto
c) I e II estão corretos
d) Nenhum está correto

Comentários:
I. O verbo intervir é conjugado como o verbo VIR (viesse) = interviesse 
II. O verbo haver é conjugado como o verbo haver (houver) = Reouver
Observação: Conjuga-se o REAVER como HAVER apenas nas pessoas que possuem a consoante V
Presente do indicativo
hei
hás
HAVEMOS
HAVEIS
HÃO
Sendo assim, o reaver será defectivo, já que apenas nas primeira e segunda pessoas do plural há V: NÓS REAVEMOS, VÓS REAVEIS.
Resposta: D 


DICA: Como já perceberam, a prova de Língua Portuguesa de IBFC não é difícil, apenas detalhista. Há "peguinhas" e teorias que muitas instituições deixaram de pedir há algum tempo.
Para fazer uma boa prova, releia definições de graus e gêneros dos substantivo, adjetivos, deem uma passeada pelos processos de formação de palavras, ortografia e acentuação. As classes gramaticais mais importantes são: verbo e pronome. Revejam toda a teoria e façam vários testes de concursos.
Guardem um tempo maior para a parte de sintaxe, pois é muito pedida: período simples (análise sintática), período composto, concordância, regência, crase, pontuação e colocação pronominal.
Quanto à interpretação de texto, basta grifar as palavras-chave. O grau de dificuldade é mínimo. Leia a questão e volte ao texto.
Exercite com as provas anteriores, não e NUNCA perca tempo em seus estudos.
Boa prova a todos!
Professora DUDA NOGUEIRA

3 comentários:

  1. Olá, boa tarde. Gostaria de saber a qual banca mais conhecida as provas do IBFC se assemelham? (FCC, FUNIVERSA, ESAF...)

    ResponderExcluir
  2. será que as questões de português costumam se repetir?

    ResponderExcluir